Andropausa, quais seus sintomas e tratamentos?

Posted · Add Comment

Com o envelhecimento, tanto homens quanto mulheres sofrem alteração nos níveis hormonais, no caso feminino temos a Menopausa, e no masculino a Andropausa, porém, existem diferenças. Nos homens, essa alteração ocorre do hormônio Testosterona, este processo é variável e pode ocorrer de maneira mais acelerada em alguns levando ao quadro de Andropausa.

Com a Diminuição da testosterona, o homem apresenta alguns sintomas que podem ser mais intensos em uma pessoa do que em outra:

  • Alteração sanguínea em níveis de testosterona;
  • Diminuição da Libido;
  • Dificuldade em ereção;
  • Mal-estar;
  • Diminuição de massa muscular;
  • Aumento de gordura corporal;
  • Depressão;
  • Diminuição de massa óssea;
  • Osteoporose ou Fraqueza nos ossos;
  • Irritabilidade.
  • Diminuição de atividade intelectual ou raciocínio;
  • Dificuldade de orientação espacial;
  • Fadiga;

Não necessariamente o paciente se encontra em Andropausa se apresentar um ou outro desses sintomas, o diagnóstico é feito através de exames de sangue pedidos por um endocrinologista ou urologista. Após o profissional confirmar o quadro de Andropausa, existem tratamentos para amenizar os sintomas e evitar maiores problemas ao paciente.

Tratamentos:

  1. A Terapia de Reposição Hormonal Masculina deve ser indicada para todos os homens que apresentam os sintomas de queda hormonal e que não apresentem contraindicações para seu uso. Ela pode ser administrada através de gel, adesivos cutâneos ou injeções.
  2. Antes de recorrer à terapia, é necessário que o paciente comprove a queda na taxa de hormônios, através de exames laboratoriais, com acompanhamento médico.
  3. Entre as contraindicações para Terapia Hormonal Masculina está a suspeita ou caso confirmado de câncer de próstata ou de mama masculina. O acompanhamento médico durante o tratamento é primordial para a segurança do paciente.

Como visto aqui, não são todos que podem fazer reposição hormonal, portanto procure sempre um profissional antes de iniciar qualquer tratamento hormonal, não arrisque sua saúde e fique atento aos sinais, você pode ter uma boa qualidade de vida se cuidar de sua saúde regularmente.

Fontes: site Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia

Site Sociedade Brasileira de Urologia SP

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Dra Claudia Yamazaki

Endocrinologista - CRM 81989
Especialista em Doenças da Tiroide

endocrino@claudiayamazaki.com.br

Veja Mais