Evite ganhar peso no inverno

Posted · Add Comment

Nos períodos de frio o chamado comportamento hedônico (ou mais instintivo e menos racional) do consumo alimentar é ativado. Nós buscamos comidas mais saborosas, aromáticas e, consequentemente, mais gordas.

Já a baixa luminosidade desse período do ano diminui a concentração de neurotransmissores como a serotonina, ligados ao bem-estar.

O primeiro passo é, na alimentação, buscar opções quentes sem abrir mão de uma boa quantidade de fibras.

Uma dica: aquela salada que perde todo seu charme no inverno pode ser substituída por uma sopa com grande variedade de legumes e folhas. Isso ajuda a aquecer o corpo — lembre-se de que o frio incita a fome. Essa alternativa também garante bom conteúdo de fibras, que controlam o apetite. E tem também o fato de o volume líquido da sopa preencher fisicamente o estômago.

Se quiser manter as saladas, pode inserir legumes cozidos a ela, oleaginosas (nozes e castanhas) e até feijão branco cozido já torna essa salada uma refeição rica e não necessariamente crua.

Outra dica é ingestão de chás, chimarrão e muita água! Não quer dizer que tem que eliminar o café com leite ou chocolate quente, mas evite o leite integral, substitua por opções mais saudáveis e menos calóricas, evite também o excesso de açúcar.

Ainda em bebidas, o vinho é o queridinho desta estação, mas lembre-se que tudo é questão de equilíbrio, fique atento a quantidade e frequência que bebe sua tacinha. O Álcool do vinho, se consumido muitas vezes ou em excesso trás malefícios ao seu corpo, e para os diabéticos a atenção é redobrada, pois o Álcool se transforma em açúcar no sangue, podendo alterar seu nível glicêmico.

 

Para contra-atacar a queda de serotonina (aquela substância que dá ânimo) típica do inverno, aposte na movimentação. A atividade física moderada e prolongada promove maior síntese desse neurotransmissor anti-preguiça.

Então aproveite para almoçar em um lugar mais distante que o obrigue a caminhar um pouco mais, de preferência sob a luz solar — a exposição ao sol estimula a produção de serotonina. Os treinos aeróbicos, como corrida, ciclismo e natação, ajudam. Como está frio, experimente alternativas indoor! Aulas de spininig, piscinas aquecidas e as esteiras auxiliam nessa travessia até a primavera, onde tudo será flores novamente. Aproveite o que o frio tem de bom!

Fonte inspiração: https://saude.abril.com.br/blog/o-fim-das-dietas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Dra Claudia Yamazaki

Endocrinologista - CRM 81989
Especialista em Doenças da Tiroide

endocrino@claudiayamazaki.com.br

Veja Mais